Mais uma boa notícia para os ativistas canábicos de todo o mundo e principalmente do Reino Unido: o CBD foi reclassificado pela agência reguladora de medicamentos e cuidados da saúde da Grã-Bretanha (MHRA na sigla em inglês).

Diante de repetidas petições de membros do parlamento inglês durante o ano de 2016, pedindo para que as leis anti-drogas da terra da rainha fossem revistas, a comissão médica da MHRA analisou inúmeros casos de pacientes com doenças graves que estavam se beneficiando do tratamento com medicamentos à base de CBD.

Gerald Heddell, diretor de inspeção da MHRA disse que “diante das alegações de especialistas e pacientes que estão tratando doenças como epilepsia de forma eficaz, decidimos regular o CBD como um medicamento”

Apesar da boa notícia, a Grã-Bretanha não considera que a maconha tenha valor medicinal. No ano passado, inclusive, o governo emitiu nota de despejo para vendedores e produtores de cannabis que tinham intenções de fazer negócios no país.

A medida contrasta com a recente classificação do CBD pelo DEA americano, órgão responsável pelo combate às drogas nos Estados Unidos. A agência classificou o principio ativo como Anexo I, designada para substâncias danosas à saúde e sem valor medicinal.

Com a nova medida, o Reino Unido avança em uma direção positiva em sua rigorosa política de drogas.

Fontes: http://hightimes.com/news/britain-reclassifies-cbd-oil-as-medicine-while-america-throws-it-in-with-heroin/

Imagens: independent.co.uk/; huffingtonpost.co.uk/; weedist.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.