Todo maconheiro que se preze está sempre procurando novos e exóticos lugares para descolar aquele belo baseado pelo menor preço possível. Para quem procura lugares para viajar e ainda conseguir a ganja sem gastar muito, aqui vão algumas dicas dos melhores países para ficar chapado sem quebrar no fim do mês.

A Africa do Sul vem passando por um processo lento porém gradual de reformas em suas leis anti-drogas, adotando práticas similares às de alguns países do ocidente como Estados Unidos e Uruguay. O grama de cannabis no país de Nelson Mandela sai por apenas 4,45 dólares. A erva já é descriminalizada, o que reduz os riscos de problemas com a polícia e outras autoridades locais.

O Afeganistão vem logo em seguida, com o grama de cannabis a 4,35, o país que mais produz erva (principalmente haxixe) é um dos lugares ideais para se fumar gastando pouco e conhecer sobre uma das culturas canábicas mais antigas e tradicionais da Ásia.

Outro país da Ásia que é conhecido pela cultura canábica ancestral e religiosa, a Índia também apresenta um dos melhores preços da erva. Por apenas 3,03 dólares consegue-se um bom grama de Charas ou flores. A cannabis é considerada uma das cinco plantas sagradas da religião hinduista, a principal do país, que inclusive, realiza festivais e feriados nacionais onde o uso da cannabis é tolerado, apesar da ilegalidade por conta de tratados internacionais dos quais a Índia é signatária.

Em segundo lugar está o Brasil. Lembrando que preço baixo nem sempre é o melhor negócio, em terras brasileiras pode-se conseguir o ‘bom’ e velho prensado por menos de 2,50 dólares. Apesar de barata, a maconha brasileira já foi considerada a pior do mundo por usuários. A proibição e o violento tráfico de drogas continuam sendo os motivos pelos quais a maconha brasileira não agrada à maioria dos entusiastas da erva.

Em primeiro lugar está o Uruguay. Pioneiros no combate ao tráfico de maneira responsável e eficiente, os vizinhos celestes desfrutam da erva legalmente e com extrema qualidade. Um grama de erva sai por apenas um dólar, botando o país sul-americano na dianteira tanto em preço quanto em qualidade. A maconha é produzida pelo governo e também em clubes de cultivo devidamente registrados, um verdadeiro exemplo a ser seguido.

Fontes: http://herb.co/2016/02/27/5-countries-where-marijuana-is-cheapest/

http://herb.co/2015/07/14/cannabis-laws-on-every-continent-around-the-world/

Imagens: businesstech.com/; folhavitoria.com.br/; hightimes.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.