Foi lançado hoje o estudo Medical Cannabis in Brazil: 2017 Overview, que explora o impacto potencial da legalização da maconha para fins medicinais no País. Elaborado pela New Frontier Data em parceria com a The Green Hub, aceleradora brasileira voltada para startups com foco em cannabis medicinal, que trabalha com pesquisas para fomentar o mercado e gerar oportunidades empreendedoras, o estudo deve ter sua versão em português lançada em meados de dezembro.

De acordo com o levantamento, nos três primeiros anos de legalização, o Brasil poderia ter 959 mil pacientes que se enquadrariam em uma restritiva condição de qualificação para uso da cannabis como tratamento medicinal. E, se a regulamentação permitisse o uso de cannabis para uma gama de tratamentos que incluíssem, por exemplo, o alívio de dores crônicas, o número poderia subir para 3,4 milhões de pessoas. Dessa forma, o País poderia gerar mais de R $ 4,7 bilhões (US$ 1,4 bilhão) de receita anual.

O CEO da The Green Hub Marcel Grecco ressalta a importância das pesquisas sobre este mercado para a discussão da legalização da cannabis medicinal no Brasil. “A ideia do estudo é trazer a informação sobre a cannabis medicinal não só para empresários, mas legisladores e investidores, e criar oportunidades com esse movimento, aproveitando o gancho da Anvisa, que reconhece a cannabis como planta medicinal”, afirma Grecco.

Saiba mais sobre o projeto em http://thegreenhub.com.br.

Imagem: extensivelyreview.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.