De acordo com um novo estudo, as mulheres que fumam maconha geralmente têm mais satisfação sexual. É importante destacar que é pesquisa foi muito simples, realizada por meio de um formulário validado pelos pesquisadores. Mas segundo o próprio estudo, essa é uma das pesquisas mais fundamentadas sobre o  tema.

O estudo, publicado na revista Sexual Medicine, revela que o uso frequente de maconha pode estar associado ao aumento do apetite e da satisfação sexual das mulheres. Ao todo, 452 participantes responderam a um formulário desenvolvido para avaliar a função sexual das suas últimas quatro semanas. A pesquisa foi realizada em uma cadeia de lojas de maconha que vende diversos produtos, inclusive, lubrificantes.

O formulário, nomeado de “Female Sexual Function Index” (FSFI), avalia sensações como o desejo, excitação, lubrificação, orgasmo, satisfação e dor. Assim, quanto maior a pontuação, maior é o desempenho sexual feminino.

A pesquisa afirma que as mulheres que fumam com mais frequência tiveram resultados mais altos, com maiores níveis de excitação e orgasmos mais intensos. Os pesquisadores também acreditam que existe uma pequena relação com a diminuição das dores durante o sexo.

Para cada etapa adicional de intensidade do uso de cannabis (ou seja, vezes por semana), as chances de relatar disfunção sexual feminina diminuíram 21%. Encontramos uma relação de resposta à dose entre o aumento da frequência do uso de cannabis e a redução das chances de disfunção sexual feminina”, foi descrito no estudo.

O próprio estudo revela que existem outros pesquisas sobre a relação do uso de cannabis com o aumento da função sexual das mulheres. As primeiras foram publicadas entre os anos 1970 e 1980. Contudo, eles afirmam que estudos anteriores não fizeram questionários validados e isso é importante para uma pesquisa mais confiável.

Como muitos pacientes usam cannabis para reduzir a ansiedade, é possível que a redução na ansiedade associada a um encontro sexual possa melhorar as experiências e levar a uma satisfação, orgasmo e desejo aprimorados. Da mesma forma, o THC pode alterar a percepção do tempo, o que pode prolongar os sentimentos de prazer sexual”, foi publicado no estudo.

Aparentemente, a quantidade da dose de maconha também pode ser um ponto importante. Outros estudos apontam que as menores quantidades de THC podem criar os níveis mais altos de desempenho sexual.

Muitas pesquisas apontam para a relação entre o uso de maconha e o aumento na função sexual, mas é importante que os pesquisadores invistam em mais estudos concretos para entender melhor esses efeitos.

Fontes: Marijuana Moment e Sexual Medicine

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.