Recentemente, foi publicado um novo estudo sugerindo que a legalização da maconha nos Estados Unidos não afetou o aumento de fatalidades de pedestres no trânsito.

De acordo com uma pesquisa publicada no jornal científico Traffic Injury Prevention, as políticas de legalização de três estados americanos não foram responsáveis por aumentar os acidentes fatais de trânsito nos últimos anos.

Para realizar a pesquisa, os pesquisadores usaram dados dos estados do Colorado, Washington e Oregon, usando um ‘Sistema de Relatórios de Análise de Fatalidade’. Eles foram capazes de analisar mais de 100 mil acidentes entre veículos e pedestres que aconteceram entre 1991 e 2018.

Não encontramos diferenças significativas em acidentes fatais de veículos motorizados envolvendo pedestres entre os estados legalizados com cannabis e os estados de controle após a legalização da cannabis medicinal ou recreativa”, foi publicado no estudo.

Enquanto Washington e Oregon reduziram os acidentes fatais depois da legalização da cannabis medicinal, o Colorado aumentou muitos os acidentes fatais após a legalização. Mas no geral, nada que mudou a sociedade de uma forma bruta.

Os resultados gerais não sugerem um risco elevado de acidentes automobilísticos fatais totais ou envolvendo pedestres associados à legalização da cannabis”, completou a conclusão do estudo.

É claro que eles encontraram variações no estudo, mas os dados não estavam especificamente conectados a um aumento de acidentes após a legalização da cannabis.

De qualquer forma, o estudo usou pode ser considerado confiável e foi até divulgado pela Organização Nacional para a Reforma das Leis da Maconha (NORML). Inclusive, existem outros estudos que indicam que os acidentes fatais de trânsito diminuíram após a legalização da maconha. 

Fonte: Traffic Injury Prevention

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.