No fim de 2019, a cantora Ludmilla lançou o clipe da música “Verdinha” e a popularidade estourou ao redor do Brasil. Mas um deputado federal, da ala bolsonarista, não gostou muito da música.

O deputado Geraldo Junior (PSL-MG) publicou um tuíte acusando a cantora de fazer apologia ao tráfico de drogas com a música “Verdinha”.

Por isso, Ludmilla acionou o STF e fez uma queixa-crime contra o parlamentar, requisitando a condenação de Geraldo pelos crimes de calúnia, injúria e difamação. Além disso, a artista também pediu uma indenização por danos morais.

Muitas vagas nos hospitais são ocupadas por viciados e por vítimas da violência gerada pelo tráfico. Milhões de famílias destruídas por causa das drogas e você incentivando essa desgraça. Esse lixo de música não é só mais um crime, mas uma ferramenta de tragédias no país… Se dependesse só de mim, legalizaria a rinha de maconheiro”, publicou Geraldo no Twitter.

E não foi apenas isso que ele declarou em seu perfil no Twitter. O deputado do PSL também afirmou que a música faz apologia à condutas criminosas.

Fonte: O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.