Há alguns dias, os canadenses começaram a publicar fotos nas redes sociais com um céu roxo. Uma cena típica de filmes da década de 80, ao estilo ‘Blade Runner‘.

Alguns disseram que as imagens são montagens, outros acreditam que pode ser algum tipo de efeito da natureza. Mas a verdade é: são luzes LED com diferentes espectros de cor usadas em estufas de maconha e outras plantinhas.

O município de Leamington, em Ontário, tem pouco menos de 30 mil habitantes, mas é considerada uma das regiões com o maior número de estufas comerciais da América do Norte. Isso inclui, pimentas, tomates, flores, vegetais e, é claro, a nossa querida maconha.

Segundo Taciana Albuquerque, professora do departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, a poluição pode causar diferentes efeitos quando ela interage com a luz.  “Com a baixa cobertura de nuvens, as luzes de LED vermelhas e azuis da estufa se espalharam pelo céu à noite, criando essa incrível névoa roxa”, disse Taciana ao Estadão.

Com a alta quantidade de luzes, o céu do município se ilumina com um forte roxo. De acordo com a prefeita de Leamington, o condado não criou nenhuma regra para proibir a emissão de luz. Então, a realidade é que, por enquanto, as luzes não causam nenhum problema aos moradores. E lembrando que a maconha é legalizada no Canadá.

Contudo, de fato, a luz pode causar problemas aos seres humanos e animais. Por exemplo, pode desorientar aves ou atrapalhar animais selvagens que caçam durante a noite. No caso dos humanos, a poluição visual causada pelas luzes pode atrapalhar no ciclo de sono.

Fonte: Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.