Você sabia que o CBD é sim eficiente para dores de quando se tiram os dentes? Trocadilhos a parte, o óleo medicinal da cannabis vem sendo explorado em diversas áreas da saúde e aproveitamos esse Feriado de Tiradentes para explicar sobre esses novos usos terapêutico na odontologia.

Óleo de CBD

Mesmo que em passos curtos e lentos, a realidade brasileira tem apresentado novas descobertas quando se trata dos usos da cannabis medicinal. 

O óleo de  CBD tem sido explorado por diversas áreas da saúde, no tratamento de diversas patologias, como TEA (Transtorno do Espectro Autista), Oncologia, Epilepsia, Transtorno da Ansiedade, Depressão, Parkinson, tratamento de dores crônicas, distúrbios do sono e, recentemente, em tratamentos odontológicos como bruxismo, dores orofaciais, entre outros.

O grande número de pacientes que usam medicamentos opióides é um dos fatores que vem incentivando o uso de canabinóides, já que o óleo não oferece riscos, evita a dependência e, consequentemente, os quadros de overdose, que tem levado muitos pacientes a óbito devido ao uso indiscriminado dos medicamentos tradicionais com opióides.

A administração terapêutica da Cannabis em pacientes com dores orofaciais crônicas têm demonstrado bons resultados, principalmente quando não restam alternativas terapêuticas convencionais. 

O sistema endocanabinóide no organismo

O organismo humano produz substâncias endocanabinóides, que, por sua vez, não seguem a via clássica dos neurotransmissores. 

Essas substâncias são sintetizadas em neurônios pós-sinápticos e têm a função de modular neurônios pré-sinápticos através dos receptores de canabinóides CB1 e CB2.

O CB1 está presente, principalmente, no sistema nervoso central e periférico e é responsável pela maioria dos efeitos neurocomportamentais, atuando na dor e transtornos do humor. O CB2 está presente, principalmente, no sistema imunológico, modulando respostas inflamatórias e citocinas.

O que indica que nosso próprio organismo está pronto a receber e se beneficiar dos canabinóides produzidos pela planta Cannabis.

Cannabis na Odontologia

Infelizmente ainda não há um volume expressivo de prescrições na área odontológica, já que, além do preconceito, as informações nesse meio ainda são pouco debatidas e, assim, pouco populares.

A falta desse compartilhamento de informação sobre a cannabis medicinal na odontologia tem provocado grande prejuízo na reabilitação dos pacientes com dores e distúrbios da região orofacial, pois são diversos casos de pacientes que poderiam se beneficiar de forma satisfatória com a prescrição e o uso do canabidiol. 

Paciente resistentes a muitas alternativas de prescrição não obtém sucesso em tratamentos convencionais e isso gera grande desconforto, seja pela dor, seja pelo doping que medicamentos fármacos provocam.

Por outro lado, o consumo terapêutico e controlado da cannabis medicinal, além de beneficiar o paciente, ao eliminar quadros de dor intensa, ainda restabelece a vida social e laborativa em diversos casos, além de fortalecer todo sistema imunológico. 

É importante ressaltar que a indicação e a prescrição da Cannabis no tratamento da dor não tem indicação de primeira linha ainda, sendo recomendada como medicação coadjuvante, prescrita na forma de óleos, cápsula, cápsula soft gel, spray oral, entre outros formatos que têm pico de ação mais baixo e menor efeito colateral, com maior duração que a inalação.

A dose prescrita deve ser uma dose mínima e individual, para, assim, garantir um maior benefício clínico e o mínimo de efeitos colaterais.

O acompanhamento do especialista deve ser rigoroso e com um intervalo menor de tempo para retorno do paciente, para avaliação e ajuste da dosagem.

Assim, fica claro que seja qual for a dor, a aplicabilidade da Cannabis em tratamentos de saúde é majoritariamente positiva e eficiente. Quanto mais informações, mais avanços e descriminalização teremos e, assim, poderemos aproveitar cada vez mais dias esverdeados. 

*Conteúdo por Rafaela Rafagnin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.