A Universidade de Harvard anunciou na última quarta-feira, o lançamento de um novo centro de políticas, com foco um tanto quanto psicodélico, o “Psychedelic Policy Center”.

O Projeto sobre Lei e Regulamentação dos Psicodélicos – POPLAR (sigla em inglês), divulgado pela prestigiosa universidade, será o primeiro do tipo e durará três anos. ”O foco dessa iniciativa de pesquisa é promover segurança, inovação e equidade nas pesquisas, vendas e terapias com psicodélicos”, comenta a instituição.

O centro de políticas psicodélicas será pioneiro, e busca atuar frente à legislação, para ajudar tanto os médicos a navegar neste crescente espaço clínico, à medida que a reforma da legislação sobre drogas continua avançando, quanto aos pacientes, que poderão receber suporte jurídico em assuntos relacionados aos tratamentos psicodélicos.

Com o objetivo de melhorar o escopo e a difusão do uso e aplicações de substâncias psicodélicas, o projeto será anexado ao já existente Centro Petrie-Flom, de Políticas e Leis de Saúde, Biotecnologia e Bioética.

Segundo o Marijuana Moment, o projeto será direcionado com foco em cinco principais áreas: a ética na pesquisa psicodélica e terapias, os desafios entre pesquisa psicodélica e leis de propriedade intelectual, as oportunidades de apoio federal para pesquisa, o acesso a terapias psicodélicas e programas de equidade em psicodélicos emergentes indústrias e, por último, o papel dos psicodélicos na cura de traumas.

Mesmo com a atual existência de centros de pesquisa relacionados à psicodélicos, o POPLAR vem com o intuito de estabelecer estudos e pesquisas no âmbito jurídico e não clínico, como acontece nos outros centros.

O POPLAR está sendo financiado de forma privada pelos filantropos Tim Ferriss, por meio de sua Fundação Saisei, e Matt Mullenweg, que desenvolveu o WordPress e é o presidente-executivo da Automattic. Ambos também já apoiaram o centro psicodélico da universidade Johns Hopkins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.