Por muito tempo, a cannabis nada mais era do que uma droga negociada por traficantes. Felizmente isso mudou e, hoje, como consumidor, entusiasta e até investidor, já é possível notar a tendência de crescimento deste setor que se tornou altamente rentável nos últimos anos. 

A maconha teve seu patamar elevado ao se transformar em substância lícita, matéria prima para indústrias sérias, sendo hoje considerada uma das mais promissoras do século. 

Os efeitos da legalização

As revoluções promovidas através das mudanças na legislação de diversos países, que flexibilizaram o consumo de cannabis e seus derivados, sendo para uso medicinal e/ou recreativo da erva, foi uma grande alavanca para transformar a realidade da cannabis.

Afinal, ao criar toda uma cadeia de pesquisa, produção e distribuição, que geram receita e dão vida às empresas que pagam impostos, ranqueadas inclusive na bolsa de valores, cria-se uma cadeia econômica que avança sem parar, cada dia mais. 

Estimativas da especialista de mercado BDSA, preveem que o mercado canábico possa chegar a US$ 55.9 bilhões em apenas 5 anos. Apenas este ano, as vendas globais de cannabis legal cresceram 48% em relação ao ano anterior.

Como plantar dinheiro?

Com esse crescimento promissor, surge a oportunidade de explorar o mercado financeiro.

Ao considerar que os investimentos em cannabis tendem a responder positivamente, levando em consideração os avanços que já vem acontecendo e ao projetar uma maior onda de regulamentação e legalização da cannabis para fins medicinais ou recreativos, em países como Israel e Alemanha, pode-se esperar uma cifra para o mercado canábico de US$ 100 bilhões de dólares, pelo menos, segundo relatório recente do BTG Pactual.

Investindo em cannabis

A grande novidade para mercado financeiro brasileiro é um fundo com 100% de exposição à cannabis, lançado há poucos dias pelo BTG Pactual.

Disponível para todos os clientes na plataforma do banco, o Cannabis Ativo FIM permite aplicação inicial de R$100. Isso permite que o cliente incorpore ao seu portfólio uma gestão ativa feita pela corretora Vitreo, e passe a atuar como investidor, com menor exposição aos riscos, com taxa de administração de 0,72% a.a. e taxa zero de performance.

A carteira do Cannabis Ativo FIM conta com algumas das maiores empresas do setor, atuantes em áreas como medicamentos, cosméticos, biotecnologia, entre outros. Portanto, esse fundo representa uma alternativa de diversificação para o investidor de varejo que deseja expor sua carteira a um dos segmentos que mais crescem.

Frente a tantas comprovações, talvez essa seja a hora de plantar suas sementes no mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.