As propriedades terapêuticas da maconha estão revolucionando a área medicinal. 

Com mais pesquisas a cada dia, crescem as aplicações da planta para diversas doenças. 

E existem strains de cannabis indicadas para cada tipo de condição médica, isso porque as diferentes concentrações de canabinóides e terpenos são elementos fundamentais para os usos medicinais da planta.

(Imagem: reprodução WebMD)

Hoje em dia, bancos de sementes e cultivadores profissionais estão criando novas variedades de cannabis voltadas para condições e tratamentos terapêuticos específicos. 

Algumas cepas têm THC mais alto, algumas têm CBD mais alto e outras são bastante balanceadas. Cada cepa também tem um perfil ligeiramente diferente de outros canabinóides (como CBC ou CBN) e terpenos.

A criação de novas cepas voltadas para os usos medicinais busca equilibrar todos esses componentes de acordo com a finalidade da strain. 

As propriedades medicinais dos canabinóides

As pessoas costumavam basear as informações sobre variedades pelas categorias Sativa, Indica ou Híbrida. 

Hoje, entende-se que os efeitos de cada strain depende das concentrações de canabinóides e perfil de terpenos. 

Quando falamos de usos medicinais, a proporção entre THC e CBD é o mais levado em consideração. Até porque as pesquisas da área acabam focando nesses dois canabinóides que são predominantes na planta. 

Algumas indicações de cepas com alto teor de THC são para aliviar os sintomas de:

  • dor
  • insônia
  • náusea
  • espasticidade muscular

O CBD é o composto mais utilizado na área medicinal, com uma grande variedade de produtos terapêuticos e medicamentos feitos com esse canabinóide. 

Os óleos de CBD ganharam destaque em inúmeros tratamentos por serem uma alternativa eficaz e mais natural, quando comparado com outros medicamentos. 

Hemp oil, Medical marijuana products including cannabis leaf, cbd and hash oil, alternative medicine

O canabidiol tem sido amplamente utilizado para:

  • ansiedade
  • depressão
  • dor inflamatória e neuropática
  • dores de cabeça
  • convulsões

(para citar apenas algumas aplicações).

É importante destacar que as propriedades do CBD e THC não se resumem apenas a isso, mas essas propriedades terapêuticas e aplicações de cada canabinóide são as mais relatadas dentre várias outras.

A strain ideal

Quando se trata de encontrar a variedade certa de cannabis para a sua condição, é importante entender as concentrações dos canabinóides, e os efeitos terapêuticos que as diferentes combinações de compostos químicos da strain podem proporcionar. 

Sabe-se que THC e CBD trabalham em sinergia. Isso significa que, quando o CBD está presente em uma cepa, ajuda a aumentar os benefícios do THC – e vice-versa. Para obter o máximo de benefícios do CBD e do THC, os produtores têm se concentrado na criação de variedades que tenham uma proporção de 1: 1 de CBD para THC. Eles podem ser particularmente úteis no combate à ansiedade, insônia e dor crônica.

(Imagem: Esteban Lopez | Unsplash)

Mas, claro, dependendo da sua condição, é imprescindível fazer acompanhamento médico para entender qual a melhor forma de se medicar com a maconha. 

Encontrar o equilíbrio certo entre THC e CBD é um processo altamente individualizado. Algumas cepas que causam alívio para alguns podem não funcionar da mesma forma para outros.

Strains populares e suas aplicações medicinais

Algumas das strains mais consumidas apresentam diferentes benefícios:

  1. Acapulco Gold

É conhecida por seus efeitos energizantes e eufóricos. Consumidores relatam que a Acapulco Gold reduz a fadiga, o estresse, a dor e até mesmo a náusea.

(Imagem: reprodução The Spokesman-Review)
  1. White Widow

A White Widow melhora o humor, dá energia, mas também relaxa. Essa strain ajuda a reduzir a dor e o estresse, bem como a sensação de depressão. 

(Imagem: reprodução Herb)
  1. Afghan Kush

Afghan Kush é super relaxante e induz o sono, ajudando na insônia. Também é indicada para quem tem falta de apetite e alivia a dor. 

(Imagem: reprodução Aceweed)
  1. Northern Lights

Também é uma strain que causa relaxamento e ajuda a insônia. É conhecida por melhorar o humor, também é recomendada para dor, estresse e depressão. 

(Imagem: reprodução Medical Cannabis)
  1. Purple Kush

Essa strain proporciona efeitos sedativos e de felicidade. É comumente utilizada para reduzir dor e espamos musculares. 

(Imagem: reprodução Westword)

Dosagem e método de consumo

Quando se trata de usar cannabis medicinal, a strain que você escolhe influencia muito nos efeitos. 

Mas existem outros fatores como dose, método de consumo e o tempo que você toma a cannabis que podem ter um impacto significativo em seus efeitos.

Quando iniciar o consumo da maconha para fins medicinais, independente da strain, é importante começar com doses baixas. 

(Imagem: reprodução Rolling Stone)

Reiteramos que dependendo da sua condição, o acompanhamento médico é fundamental para você ter os efeitos terapêuticos desejados e necessários para o seu caso. 

O método de consumo também contribui muito para determinar os efeitos. Dependendo da sua condição, você pode obter benefícios mais significativos fumando maconha, usando comestíveis ou um produto tópico à base da planta. 

Por exemplo, os pacientes com doença de Crohn relataram que os edibles funcionam muito melhor para eles do que outros métodos de consumo.

Por outro lado, as pessoas com problemas de dor crônica podem preferir fumar ou vaporizar cannabis ao longo do dia.

Escolher a cepa certa para sua condição médica pode tornar a maconha mais eficaz. Mas não só isso. Os pacientes devem tentar descobrir o que funciona em termos de quantidade e método de consumo.

O mundo da cannabis é vasto, com muitas variáveis ​​que afetam a maneira como ela funciona em seu corpo.

No Guia de Strains do Who is Happy você encontra as informações de diversas variedades de maconha, inclusive concentrações dos canabinóides, terpenos predominantes e aplicações medicinais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.