A maconha tem se mostrado eficaz para uma diversidade de condições e uma ótima aliada para as mulheres

Os sintomas da menopausa têm sido mais um alvo dos usos terapêuticos da maconha e, um estudo recente da Universidade de Alberta (Canadá), mostrou que cada vez mais mulheres estão recorrendo à planta para driblar tais sintomas.

(Imagem: reprodução Drauzio Varella)

Quais são os sintomas da menopausa?

A menopausa acontece quando há a interrupção dos ciclos menstruais. Isso acontece porque nosso corpo produz menos (ou para de produzir) hormônios responsáveis pela fertilidade.

A menopausa pode ter início após os 40 anos, mais especificamente entre os 45 e os 55 anos de idade. Ou seja, quando a menstruação passa a ser mais irregular, e surgem alguns sintomas físicos e emocionais na mulher:

Alguns sintomas físicos são:

  • Alterações no ciclo menstrual
  • Ondas súbitas de calor
  • Aumento do suor, principalmente, durante a noite
  • Coceiras e secura vaginal
  • Redução no metabolismo e ganho de peso
  • Dores de cabeça
  • Perda de elasticidade da pele
  • Secura na pele e cabelos
  • Crescimento dos níveis de porosidade dos ossos
  • Incontinência urinária

Alguns sintomas psicológicos são:

  • Diminuição da libido
  • Diminuição da auto-estima
  • Insônia
  • Mudanças de humor, com características de ansiedade, depressão e irritabilidade

Existem diversos tratamentos para cuidar dos sintomas da menopausa, nas suas três fases: pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa.

É necessário acompanhamento médico para adequar as melhores práticas para cada caso, mas maconha tem se mostrado uma boa aliada para aliviar alguns dos sintomas físicos e emocionais da menopausa.

Mais mulheres recorrendo à cannabis

O estudo realizado pela Universidade de Alberta avaliou as taxas, padrões de uso, e eficácia percebida da maconha entre mulheres, para controlar sintomas relacionados à menopausa. 

Das entrevistadas, cerca de um terço (33%) relatou o uso recorrente de cannabis nos últimos 30 dias, e 65% indicaram já ter usado em algum momento da menopausa. 

Dentre as mulheres que utilizam de maneira frequente, os motivos mais comuns relatados para uso da maconha foram:

  • problemas de sono (65%)
  • ansiedade (45%) 
  • dores musculares / articulares (33%)
  • irritabilidade (29%)
  • e depressão (25%). 

Três quartos das consumidoras recorrentes consideram a cannabis útil para seus sintomas.

Comestíveis (52%) e óleos (47%) são os meios de consumo mais comuns entre as entrevistadas. 

As fontes mais comuns de informações sobre maconha para menopausa são: pesquisas na Internet (46%) e família/amigos (34%). O que demonstra como compartilhar conhecimento e informação sobre a erva é extremamente importante para ampliar as percepções sobre a planta, bem como seus usos terapêuticos.

(Imagem: reprodução Medical News Today)

Conclusão do estudo

“Nosso estudo confirmou que uma grande porcentagem de mulheres de meia-idade está usando cannabis para sintomas que coincidem com a menopausa, especialmente aquelas mulheres que relataram mais sintomas”, diz Katherine Babyn, uma das pesquisadoras.  

“Além disso, muitas dessas mulheres afirmam obter alívio para seus sintomas por meio do uso de cannabis”.

O estudo foi financiado por uma bolsa dos Institutos Canadenses de Pesquisa em Saúde (CIHR).

“Enquanto continuamos a aprender que mais mulheres estão usando cannabis para ajudar a controlar a menopausa, mais pesquisas são necessárias para avaliar a segurança e eficácia da cannabis para o gerenciamento de sintomas ”, diz Dra. Stephanie Faubion, diretora médica da Sociedade Norte-Americana de Menopausa (The North-American Menopause Society – NAMS). 

Dados dos Estados Unidos, apresentados na conferência anual da NAMS de 2020, relataram resultados semelhantes. 

(Imagem: reprodução Healthline)

Você conhece alguém que usa maconha para os sintomas da menopausa?

Fonte: NORML

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.