Comida e Dia das Bruxas têm uma ligação direta. E não se trata apenas dos ”doces ou travessuras”. 

Na verdade, as origens dessa data diferem da tradição atual e estão mais relacionadas a rituais pagãos da agricultura.

(Imagem: reprodução Lions and Lilies)

Historiadores apontam que a principal origem do Halloween remonta ao festival celta (pagão) de Samhain, que durava três dias e começava em 31 de outubro. 

Esse festival celebrava o fim do verão no hemisfério norte e a abundância de comida após a época de colheita. As festividades também eram uma homenagem ao Rei dos Mortos e envolviam fogueiras. 

A Igreja Católica ”cristianizou” o Samhain e transformou esse festival em uma celebração do Dia de Todos os Santos (01 de novembro), que tinha início na véspera, dia 31 de outubro, portanto, daí vem a denominação  “All Hallows’ Eve“, que se transformou em Halloween.

Portanto, tradições pagãs e cristãs se misturaram para originar o que conhecemos hoje: o Dia das Bruxas, no Brasil, ou Halloween, em inglês. 

Fogueiras tornaram-se especialmente populares a partir nas celebrações de Halloween. Elas eram usadas na queima do joio (que celebrava o fim da colheita no Samhain), como símbolo do rumo a ser seguido pelas almas cristãs no purgatório ou para repelir bruxaria e a peste negra.

Muitos dos rituais da data envolviam a agricultura

Haviam jogos como, por exemplo, adivinhar a profissão e personalidade do futuro marido, ao puxar uma couve ou um repolho do solo. 

Outros incluíam pescar com a boca maçãs marcadas com as iniciais de diversos candidatos e a leitura de cascas de noz para revelar a face da pessoa amada.

Comer era um componente importante do Halloween, assim como de muitos outros festivais. Um dos hábitos mais característicos envolvia crianças, que iam de casa em casa cantando rimas ou dizendo orações para as almas dos mortos. Em troca, eles recebiam bolos de boa sorte que representavam o espírito de uma pessoa que havia sido liberada do purgatório.

Importante destacar que essas celebrações eram comuns no Reino Unido, mas com a colonização britânica aos Estados Unidos, o Halloween ganhou popularidade nas terras norte-americanas.

A princípio, as tradições do Dia das Bruxas nos Estados Unidos uniam brincadeiras comuns no Reino Unido rural com rituais de colheita americanos. As maçãs usadas para prever o futuro pelos britânicos viraram cidra, servida junto com rosquinhas (os “doughnuts” em inglês). 

O milho era uma cultura importante da agricultura americana – e acabou entrando com tudo na simbologia característica do Halloween americano. Tanto que, no início do século 20, espantalhos – típicos de colheitas de milho – eram muito usados em decorações do Dia das Bruxas.

Foi na América que a abóbora passou a ser sinônimo de Halloween. No Reino Unido, o legume mais “entalhado” ou esculpido era o turnip, um tipo de nabo.

(Imagem: reprodução BBC)

Hoje, o Halloween é o maior feriado não cristão dos Estados Unidos e, ao longo do tempo, foi sendo exportado para outros países, como o Brasil.  

Apesar de algumas mudanças, as festas atuais ainda envolvem brincadeiras e, claro, comida.

Confira três receitas típicas do Dia das Bruxas com ”ervas mágicas”:

1. Sementes de abóbora torradas picantes com azeite infundido com cannabis

Ingredientes:

  • 2 xícaras de semente de abóbora
  • 2 colheres de sopa de azeite infundido com maconha
  • 1 colher de sopa de molho inglês
  • ⅛  colher de sopa de molho de pimenta
  • ¼ colher de sopa de cominho em pó 
  • ½ colher de sopa de páprica
  • Sal e (mais) pimenta a gosto

Modo de preparo:

  • Em uma tigela pequena, misture as sementes de abóbora com o azeite infundido, o molho inglês e o molho de pimenta
  • Combine sal, pimenta, páprica e cominho, polvilhe sobre as sementes e misture bem.
  • Unte levemente uma forma forrada de papel alumínio. Espalhe uniformemente as sementes de abóbora na assadeira e leve ao forno, descoberta, no fogo baixo, por 45–50 minutos ou até que estejam secas e levemente douradas. Mexa a cada 15 minutos.
  • Depois que retirar do forno, deixe esfriar completamente e divirta-se!
(Imagem: reprodução Leafly)

2. Maçãs mágicas caramelizadas 

Ingredientes:

  • ½ xícara de manteiga infundida com maconha
  • ¼ xícara de extrato de baunilha
  • ½ xícara de açúcar mascavo
  • 1 xícara de leite condensado
  • ¼ xícara de xarope de milho (corn syrup)
  • 6 maçãs grandes
  • Complementos tipo granulados ou castanhas da sua escolha
  • Palitos para espetar as maçãs

Modo de preparo:

  • Coloque uma folha de papel manteiga em uma assadeira e passe manteiga na área onde vai colocar as maçãs para esfriar.
  • Empurre palitos de picolé nas pontas das maçãs, onde estavam os caules.
  • Misture a manteiga de maconha, o açúcar, o leite condensado, e o xarope de milho em uma panela grande de fundo grosso em fogo médio, por 2 minutos.
  • Quando a mistura chegar a 115°C, retire do fogo e misture o extrato de baunilha.
  • Despeje esse caramelo em uma tigela. Mergulhe as maçãs no caramelo e cubra com os granulados ou castanha triturada.
  • Coloque suas maçãs mágicas no papel manteiga, leve à geladeira por 1-3 horas e divirta-se!

3. Torta de abóbora infundida com cannabis

Aproveite a abóbora que você utilizou as sementes e faça essa torta doce.

Ingredientes:

  • 2 colher de sopa de manteiga infundida com maconha
  • 2 xícaras de abóbora em forma de purê
  • 3 ovos
  • ½ xícara de açúcar mascavo
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de extrato de baunilha
  • Aproximadamente 450 gramas de cream cheese
  • 1 lata de leite condensado
  • 200 gramas de bolacha maria ou biscoito de maizena para a massa

Modo de preparo:

  • Pré-aqueça o forno a 180°C
  • Triture os biscoitos e misture com 100 gramas de manteiga infundida até obter uma farofa úmida. 
  • Forre com esta massa o fundo de uma forma redonda desmontável e pré-asse a massa (atenção, não deixe a massa assar completamente, pois ela voltará para o forno)
  • Misture todos os ingredientes secos em um recipiente
  • Adicione os demais ingredientes e misture
  • Despeje sobre a massa pré-aquecida
  • Asse por 1 hora em fogo baixo ou até o recheio ficar consistente
  • Retire do forno, espere esfriar e divirta-se

Fonte: BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.