Hoje em dia, é possível encontrar uma infinidade de acessórios canábicos: bongs estilizados, sedas de tamanhos distintos, piteiras para todos os gostos, boladores, pipes feitos com materiais diferenciados, e por aí vai. 

Apesar dessa diversidade de produtos para a hora da session, sempre existe aquele momento que falta algum ”instrumento” bem na hora de fumar. 

Quem nunca teve que inovar com uma caneta ou uma lata nessas horas?

A verdade é que todo canabista pode ser extremamente criativo na arte do consumo da maconha. Então, criar pipes e bongs inovadores faz parte da cultura canábica. 

Tanto para a hora da necessidade ou apenas por diversão, vamos ensinar 6 ideias de pipes e bongs feitos com materiais inusitados, para fazer em casa.

(Imagem: reprodução Broke-ass Stuart)

1. Frutas ou verduras

Maçã é a fruta mais fácil de se utilizar para fazer um pipe. Mas você pode usar a mesma técnica com bananas, batatas, melancias, abóbora, cenoura…

No caso da maçã, você pode usar uma caneta ou chave Philips (uma opção mais eficiente) para fazer um furo horizontal na fruta, basta perfurar de um lado a outro.

Depois, perfure a parte de cima da maçã, até a altura do furo horizontal, para que eles se liguem.

Para ter certeza que eles estão se interconectando, basta soprar por um dos orifícios e ver se o ar sai pelo outro. Isso também ajuda a limpar o caminho da fumaça de quaisquer pedaços de maçã que ficaram para trás.

Depois, é só posicionar a maconha no pequeno buraco feito no topo, acender, tragar por um dos furos na lateral e tampar o outro.

Se você quiser algo mais profissional, coloque um papel alumínio sobre o furo do topo da maçã, faça pequenos furos com palito de dente e coloque sua maconha nessa parte.

Divirta-se!

Se você quiser tentar com uma cenoura, o mecanismo é basicamente o mesmo:

2. Pão

Fazer um pipe pode ser uma boa forma de aproveitar o pão amanhecido.

O mecanismo é o mesmo utilizado para as frutas e verduras e pode funcionar com qualquer tipo de pão (menos o de forma): baguete, pão de hamburger, bisnaguinha, pão francês/de trigo… Basta fazer um furo de forma horizontal no pão e um furo na parte de cima, fazendo eles se encontrarem.

Prepare um pequeno bowl feito com papel alumínio e com pequenos furos, posicione sobre o furo do topo, coloque sua maconha, acenda, e aproveite!

(Imagem: reprodução Daily Mail)

Achou complexo? Nesse vídeo tem a explicação completa!

3. Rolo de papel higiênico ou papel toalha

Esse é um pouco mais perigoso, pelo risco de colocar fogo no papelão. Mas com cuidado, é possível inovar.

Pegue um rolo de papel higiênico ou papel toalha, faça um furo em um dos lados, faça um pequeno ‘bowl’ com papel alumínio (com pequenos furos), posicione no furo.

Posicione a maconha na parte com papel alumínio, acenda, tampe com sua mão um dos lados do rolo e vaporize do outro.

4. Bong na garrafa

Nesse caso, dá para usar garrafa de plástico (mais fácil) ou garrafa de vidro (mais durável).

Na garrafa de plástico, basta fazer dois furos opostos: um na altura da metade para baixo da garrafa e um mais para cima (esse você vai tampar com o dedo depois de tragar). No orifício na parte mais baixa da garrafa, coloque uma haste de vidro ou a parte externa de uma caneta BIC.

Pegue algum pequeno utensílio para servir de ”recipiente” para a maconha, como um pequeno soquete:

Sele a garrafa com fita na parte em que a haste for encaixada.

Encha 1/5 da garrafa de água. Coloque a erva no pequeno recipiente da haste improvisada, acenda e puxe pela ”boca” da garrafa.

Você pode usar a mesma estratégia para a garrafa de vidro. Mas você vai precisar de uma furadeira específica para perfurar a garrafa, uma haste de vidro e um material isolante resistente para selar.

É mais trabalhoso, mas dura mais.

(Imagem: Pinterest)

Se quiser o passo a passo detalhado, esse vídeo ensina.

5. Caixa de Tic-Tac

Muitas embalagens podem se tornar em um bong em potencial. Uma pequena caixa de Tic-Tac, M&M’s, Pringles…

A estratégia para transformar esses objetos em um bong é a mesma: perfure um lado da embalagem, encaixe uma pequena haste, crie um pequeno recipiente para colocar a erva, sele com fita, coloque um pouco de água, posicione a maconha, acenda e vaporize pela parte aberta da embalagem.

(Imagem: extraída do YouTube)

6. Bong de gravidade

Também conhecido como ”baldada”, esse tipo de técnica para consumir maconha é famosa por chapar mais do que o bong comum.

Você vai precisar de uma garrafa plástica de 1 litro ou 2 litros, um balde ou um galão maior para colocar água e posicionar a garrafa dentro.

Pegue a garrafa plástica, corte a parte debaixo fora (em torno de 3 a 4 dedos). Retire a tampa, sele a ”boca” da garrafa com papel alumínio e faça pequenos furos com palito de dente (de 5 a 6 furinhos).

Se for usar um balde, encha de água até a metade, mais ou menos. Se for usar um galão de 5 litros (ou mais) corte a parte de cima e encha de água, seu bong de gravidade vai ficar assim:

(Imagem: extraída do YouTube)

Posicione a erva sobre o papel alumínio. Acenda. Vá levantando a garrafa de dentro, uma coluna de fumaça irá se formar. Quando estiver bem concentrada, retire com cuidado o papel alumínio e vaporize a fumaça formada. Vá abaixando a garrafa para a água ir subindo e para você inalar toda a fumaça.

(Imagem: extraída do YouTube)

Se você já confeccionou algum desses instrumentos canábicos inovadores, compartilha com a gente nos comentários como foi a experiência!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.