Pesquisas de mercado apontam que novos consumidores de maconha estão procurando uma experiência confiável de baixa dosagem de maconha. 

(Imagem: reprodução Rolling Stone)

Com a maior aceitação da maconha, novos consumidores querem experimentar os efeitos da planta. 

Com milhares de produtos disponíveis em países onde a cannabis já é legal, muitas pessoas que antes nunca haviam cogitado usar cannabis, hoje, já se mostram curiosos e dispostos a testar edibles, vapes, pre-rolls… 

O mercado canábico já está mirando nestes novos consumidores, que ainda não visitaram um dispensário ou que nunca provaram os efeitos da erva.

Um novo mercado para novos consumidores

A indústria está atualmente buscando mercados inexplorados para crescimento futuro. O alvo são aqueles que estão curiosos sobre o consumo recreativo, mas ainda não ‘tomaram coragem’ de experimentar. 

Essa persona é considerada cautelosa, não quer ter uma experiência ‘tradicional’ de chapar, mas quer entender os efeitos e como é consumir essa planta que tem chamado tanto a atenção. 

A ideia é oferecer a esses novos usuários em potencial uma sensação consistente, previsível e repetível – o tipo de experiência que eles raramente, ou nunca, desfrutaram da maconha.

Agora que a maconha é regulamentada por certos países e estados norte-americanos, os quais estão testando a potência dos produtos e criando alternativas que vão além do tradicional baseado ou brownie de maconha com altas quantidades de THC, o mercado se abre para oferecer experiências ‘controladas’ aos curiosos. 

Quando você já sabe o que vai sentir, torna-se mais fácil você consumir o produto, e melhor: se fidelizar à marca. Consumidores apontam que a consistência acaba conquistando.

E é aí que entra a microdosagem.

(Imagem: reprodução Budderweeds)

Consistência, previsibilidade e repetibilidade 

10 miligramas de THC parece pouco para consumidores que já usam maconha há um tempo, mas para quem nunca experimentou, pode ser bastante.

A microdose de cannabis consiste na quantidade mínima para produzir o efeito desejado (geralmente vai de 0.1 a 10 miligramas) e permite que pacientes e consumidores recreativos experimentem de maneira mais cuidadosa à medida que descobrem sua tolerância específica.

Uma dose pequena permite a quem está começando se aventurar no mundo da cannabis a entender as sensações. 

Pense nas bebidas alcoólicas, apesar do álcool ser muito mais danoso do que a maconha, o mercado de bebidas legais existe há muito mais tempo. Nesse tempo, os cervejeiros e destiladores identificaram a potência de seus produtos, dando aos consumidores a confiança para desenvolver lealdade às marcas por causa de como as bebidas os afetam.

E esse é o próximo estágio para a indústria da cannabis: produzir uma experiência repetível para os consumidores. A microdosagem parece ser a solução para este exercício de construção de confiança, especialmente para o amplo grupo demográfico que aguarda sua primeira experiência com a maconha – ou pelo menos a primeira em muito tempo.

A consistência, previsibilidade e repetibilidade parecem ser as chaves para conquistar novos consumidores no mercado canábico. E a microdosagem pode oferecer tudo isso. 

Fonte: Cannabis Now

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.