A cannabis é uma planta que carrega muita história e (ainda) muitos mistérios.

Pelo fato de ter sido proibida por muitos anos, as verdades sobre maconha estão sendo redescobertas.

Com isso, fatos menos conhecidos sobre esta planta nos ajudam a entender o que exatamente torna a cannabis tão interessante e importante.

Selecionamos algumas curiosidades que você pode não saber sobre a erva.

(Imagem: David Gabrić | Unsplash)
  • A maconha não é totalmente natural

A maconha é uma planta que, claro, cresce de forma natural ou pode ser cultivada de forma orgânica (apenas com produtos da natureza).

A maior parte da cannabis consumida, no entanto, não é totalmente natural. As plantas de cannabis são frequentemente expostas a pesticidas, hormônios de crescimento e outros produtos químicos enquanto crescem. De acordo com a Healthline, “Toxinas não naturais – e não seguras – às vezes podem aparecer na cannabis”.

(Imagem: reprodução Grow Diaries)
  • Os dispensários estão se tornando mais populares que o Starbucks e o McDonalds

À medida que a maconha se torna legal para uso recreativo, sua popularidade no varejo dispara. Nos últimos anos, os dispensários de maconha se tornaram mais comuns do que o Starbucks e até o McDonalds, onde a erva é legal.

“Em Denver, Portland e Oregon, por exemplo, os varejistas de maconha superam a Starbucks em quase o dobro”, de acordo com o MJBizDaily. Alguns estados têm um limite para o número de dispensários permitidos, mas esta estatística é bastante reveladora sobre o alto número de consumo de maconha.

(Imagem: reprodução Ad Age)
  • A cerveja e a maconha são primas

Se você já sentiu o cheiro de uma cerveja artesanal particularmente lupulada e pensou que sentiu o cheiro de maconha, seu nariz não estava longe. O lúpulo da cerveja (ou humulus lupulus) é da mesma família de plantas com flores que a cannabis.

Portanto, o lúpulo e a cannabis são intimamente relacionados e pertencem a uma única família, a Cannabinaceae. As duas espécies de plantas podem inspirar dois produtos finais muito diferentes, que, convenhamos, podem ser uma boa combinação de sabor.

(Imagem: reprodução Gardenia)
  • ‘Canvas’ vem de ‘Cannabis’

As telas (do inglês, canvas) costumavam ser feitas com a fibra da maconha. E a cannabis foi tão importante para a produção de telas que inspirou seu nome.

Segundo o Vocabulary, “a palavra ‘canva’ está relacionada com a palavra ‘cannabis’, pois, historicamente, as telas eram feitas de cânhamo”.

(Imagem: reprodução Xamou Art)
  • O nascimento do e-commerce foi uma venda de maconha

Existe um grande debate quando se trata de quem, exatamente, iniciou o comércio eletrônico.

Apesar da incerteza, alguns relatos apontam que a a primeira transação pela Internet envolveu maconha, na década de 1970.

“Em 1971 ou 1972, os alunos de Stanford, usando contas da Arpanet no Laboratório de Inteligência Artificial da Universidade de Stanford, se envolveram em uma transação comercial com seus colegas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts”, escreveu John Markoff em seu romance de 2005, What the Dormouse Said: How the Sixties Counterculture Shaped the Personal Computer Industry. “Antes da Amazon, antes do eBay, o ato seminal do comércio eletrônico foi um negócio de drogas”.

  • Existem pessoas que têm alergia à maconha

Como muitas outras plantas, a maconha pode desencadear reações alérgicas nas pessoas.

De acordo com um estudo de 2015, publicado na revista Annals of Allergy, Asthma & Immunology, tanto o pólen da planta, quanto sua fumaça, ou até mesmo alguns terpenos, podem causar alergias em algumas pessoas, apesar de raras.

A maioria dos sintomas relatados de alergia à maconha são semelhantes às alergias comuns: coceira nos olhos, tosse, espirros.

(Imagem:
Esteban Lopez

Conhece algum fato curioso sobre a cannabis? Compartilha com a gente nos comentários!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.