Existem mais de 500 compostos químicos diferentes na maconha, mas nem todos são canabinóides e terpenos.

Alguns componentes químicos ativos da planta são os flavonóides e eles podem influenciar nos efeitos terapêuticos da maconha.

cannabis

De maneira simples, os flavonóides são uma classe de produtos químicos que são produzidos durante o ciclo de crescimento de uma planta.

Os flavonóides podem ser encontrados em todos os tipos de plantas, desde flores, como no caso da cannabis, até frutas, grãos e vegetais que comemos, bem como em outras plantas.

Existem mais de 10.000 compostos categorizados como flavonóides. Em geral, eles são divididos em seis classes principais:

  • flavanonas
  • antocianidinas
  • flavan-3-ols
  • flavonóis
  • isoflavonas
  • flavonas

Também existem referências às cannaflavinas, os flavonóides encontrados na cannabis. Estes pertencem, principalmente, às subclasses de flavona e flavonol.

Esses compostos químicos são responsáveis pela cor, aroma e sabor das plantas nas quais estão presentes.

Além disso, podem ser terapeuticamente ativos – oferecendo benefícios à saúde para quem os consome ou os usa topicamente.

Devido a esses benefícios, os flavonóides derivados de plantas cotidianas tornaram-se um ingrediente indispensável em muitas aplicações nutracêuticas, farmacêuticas, medicinais e cosméticas.

Cannaflavinas

O subconjunto de flavonóides encontrados na cannabis são chamados de cannaflavinas e foram descobertos pela primeira vez em 1986, pela pesquisadora Marilyn Barrett da Universidade de Londres.

Barret encontrou, neste estudo inicial, dois flavonóides específicos da cannabis, conhecidos como cannflavin A e cannflavin B. Mas nos anos seguintes, cerca de 20 flavonóides foram encontrados na planta, principalmente pertencentes às subclasses de flavona e flavonol, e incluindo flavonóides como luteolina, kaempferol e quercetina.

Como em outras plantas, esses compostos podem afetar o sabor, a cor e o aroma dos buds da maconha. Eles também podem influenciar nos efeitos de diferentes strains.

terpenos da cannabis

Embora você já tenha ouvido falar que terpenos e canabinóides são totalmente responsáveis por esses fatores perceptivos e medicinais, os flavonóides também podem desempenhar um papel na criação desses diferentes efeitos. Então, pode ser que parte da experiência que você desfruta em sua strain favorita venha dos flavonóides.

Isso pode ser explicado pelo efeito comitiva (ou entourage), no qual os compostos quimícos da maconha agem em sinergia para criar efeitos em conjunto.

Efeitos terapêuticos

Como mencionado, os flavonóides são repletos de potencial terapêutico.

A pesquisa sobre as cannaflavinas ainda é limitada, mas o que já se sabe pode ser bastante promissor. Também é possível aprender muito com pesquisas feitas sobre flavonóides derivados de outras plantas que não a cannabis.

Esses compostos químicos podem:

  • Reduzir a inflamação

A cannflavin A e a cannflavin B têm benefícios anti-inflamatórios 30 vezes mais eficazes do que a aspirina!

  • Auxiliar no tratamento do câncer

Há evidências crescentes de que os flavonóides podem ajudar na prevenção e tratamento do câncer.

Estudos estão mostrando que os flavonóides podem desencorajar o processo de carcinogênese, na verdade, interferindo em várias vias relacionadas ao crescimento e disseminação do câncer por todo o corpo. Isso atua para limitar a proliferação de células cancerígenas e pode até aumentar a apoptose – a morte dessas células.

  • Ajudar na saúde da pele

Os flavonóides também podem ser muito úteis quando se trata de proteger e tratar distúrbios da pele.

Pelo fato de eles serem potentes agentes anti-inflamatórios e antioxidantes, ajudam na saúde da pele, protegendo contra a despigmentação, danos causados pelo sol e os efeitos do envelhecimento na pele.

Além desses usos terapêuticos, pesquisadores também encontraram algumas evidências de que os flavonóides podem ser neuroprotetores, antibacterianos, antivirais e antialérgicos, combater a hepatite, reduzir hematomas, aliviar o glaucoma e acalmar a ansiedade.

Fonte: The Cannigma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.