Muito além do sabor e aroma da maconha, os terpenos possuem vários benefícios e podem ser usados de diferentes formas.

Os terpenos podem ser encontrados na maioria das plantas e árvores, como lavanda, laranja, rosa, hortelã, e na nossa planta favorita, a cannabis.

Na maconha, esses compostos são produzidos em pequenas glândulas de resina na superfície da cannabis, os tricomas, que também abrigam os canabinóides.

Eles são conhecidos por conferir os aromas e sabores únicos de cada variedade de maconha.  

Mas os terpenos são responsáveis por mais do que isso: eles também agem em conjunto com outros compostos da maconha na produção de efeitos fisiológicos e cerebrais. 

Portanto, os terpenos influenciam no efeito comitiva e também possuem benefícios terapêuticos.

Junto com os canabinóides e flavonóides, os terpenos ajudam a determinar os efeitos de determinada strain e seus potenciais para a saúde.

Saúde e bem-estar

Os principais terpenos da maconha são o mirceno, o beta-cariofileno e o pineno (mas existem muitos outros).

Todos estes compostos apresentam benefícios para a saúde e, juntos com os canabinóides, eles contribuem para uma série de condições:

Mirceno

  • Esclerose múltipla
  • Insônia
  • Artrite
  • Inflamação
  • Dores em geral

Beta-cariofileno

  • Doenças inflamatórias intestinais (crohn/colite ulcerativa)
  • Mal de Parkinson
  • Demência
  • Ansiedade
  • Depressão

Pineno

  • Artrite
  • Demência
  • Asma
  • Síndrome respiratória
  • Acne
  • Câncer (especialmente neuroblastoma, melanoma e carcinoma hepático)

(Para mais informações sobre essas propriedades terapêuticas, consulte nosso mini-guia de terpenos).

Qualidade da erva

Além dos benefícios terapêuticos, estes compostos influenciam na qualidade da ganja.

Afinal, aroma e sabor são fatores importantes para determinar a qualidade da cannabis, e os terpenos que determinam essas características de cada planta.

Com a maconha ilegal, fica difícil desenvolver genéticas com bons perfis de terpenos, que proporcionem alta qualidade da ganja.

Além disso, a maioria dos brasileiros acaba consumindo prensado. Dificilmente, a maconha prensada possui terpenos, devido à maneira como é produzido.

Como os terpenos ficam ”guardados” nos tricomas da planta, o processo de produzir a maconha prensada os degrada.

Porém, é possível adicionar terpenos ao prensado e melhorar a qualidade dessa maconha.

Formas de uso dos terpenos da cannabis

Os perfis de terpenos de uma determinada genética podem ser extraídos da cannabis, em laboratório, e ficam disponíveis na forma de óleo.

Assim, além de poder adicioná-lo no prensado, também é possível adicionar os terpenos no tabaco, nos concentrados, junto aos óleos dos vapes, em bebidas e comidas.

Ao adicionar o perfil de terpeno a essas misturas, você garante o aroma, sabor e propriedades terpenadas da genética de onde foram extraídos.

Quer saber mais sobre essas aplicações e todo o potencial dos terpenos? No curso ”A Revolução dos Terpenos”, a gente ensina!

Vem aprender e fazer parte da primeira universidade canábica do Brasil!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.