Na província de Groningen, está sendo construído um distrito (equivalente a um bairro) ecologicamente sustentável feito com casas de cânhamo.

Na cidade de Oude Pekela, na província de Groningen, está sendo construído um bairro com treze casas feitas de cânhamo, sendo uma área residencial sustentável.

O cânhamo é fornecido pela Dun Agro, localizada em Oude Pekela. A empresa cultiva cânhamo industrial que para todos os tipos de necessidades: roupas, moradia, alimentos e remédios.

O fundador Albert Dun (66) está envolvido no cultivo de cânhamo desde 1994 e ele próprio vive em uma casa de cânhamo em Oude Pekela há anos.

Com 1.300 hectares de plantação, a Dun Agro é a maior produtora de cânhamo da Holanda. Segundo Dun, “o cânhamo é o material de construção do futuro. Cresce rapidamente, mantém sua casa fresca no verão e quente no inverno. Ideal, certo?”.

Ele ainda comenta que um hectare de cânhamo absorve 15 toneladas de CO2 (gás carbônico) por ano, o dobro de uma floresta desse tamanho. Em combinação com um processo de construção eficiente, as casas da nova área residencial serão CO2 negativas, o que significa que absorvem mais CO2 do que emitem.

Apesar de ser a aposta do futuro, os empreiteiros geralmente acham o cânhamo muito caro, porque a construção com esse material é 10% mais cara do que a construção normal. Assim, existem menos de cem casas de cânhamo na Holanda.

Além disso, o cânhamo tem uma reputação negativa. De acordo com Dun, as suas plantações em Groningen estão frequentemente ligadas à cannabis, isto é, as pessoas associam as plantações com o uso recreativo, logo de cara.

Mas o empresário segue apostando no cânhamo.

“É necessária mais atenção para as possibilidades do cânhamo. Você pode fazer muito com ele. Eu gostaria de gritar isso dos telhados. A propósito, tudo bem, porque o cânhamo também é muito forte”, brinca.

Fonte: Kijik op het Noorden e Netherlands Posts English

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.