São Francisco, Califórnia, aprovou por unanimidade, essa semana, uma resolução que descriminaliza psicodélicos à base de plantas como psilocibina, DMT e mescalina.

Nessa terça-feira (06/08), foi aprovada uma resolução na cidade de São Francisco pela qual deixa de ser crime práticas relacionadas às plantas enteógenas, também classificados como psicodélicos.

A resolução cita cogumelos com psilocibina, ayahuasca (cujo princípio ativo é o DMT), mescalina (encontrada no peiote), ibogaína, entre outras.

Fica disposto no documento que prender pessoas por cultivar, usar, portar, comprar e distribuir essas substâncias deve ser ”a menor prioridade de aplicação da lei” e que nenhum recurso da cidade deve ser usado para investigações (na esfera policial e jurídica) ligadas ao uso dessas substâncias.

A resolução também pede que o governo estadual da Califórnia e o governo federal dos Estados Unidos descriminalizem os psicodélicos.

A medida ainda reconheceu o potencial terapêutico dessas substâncias, afirmando que “podem beneficiar o bem-estar psicológico e físico” e “demonstraram ser benéficos” para pessoas que lidam com dependência, trauma e ansiedade.

“São Francisco se junta a uma lista crescente de cidades e países que estão tendo uma nova visão sobre essas substâncias medicinais à base de plantas, seguindo a ciência e os dados, e desestigmatizando seu uso e cultivo”, disse o supervisor de São Francisco, Dean Preston, que apresentou a resolução.

A medida segue resoluções semelhantes aprovadas em outras jurisdições, incluindo Oakland e Santa Cruz, na Califórnia; Denver (Colorado); e a capital Washington, D.C.

Em 2020, Oregon se tornou o primeiro estado a legalizar totalmente os cogumelos mágicos para o tratamento de problemas de saúde mental. Embora as instalações onde as pessoas possam acessar esse tratamento só estarão em funcionamento a partir de 2023.

Alguns estados, incluindo Connecticut, Washington, Havaí e Texas, criaram grupos de trabalho para estudar a eficácia dos psicodélicos como tratamentos de saúde mental.

Mês passado, houve a deliberação de um projeto de lei do Senado do Estado da Califórnia pedindo a descriminalização da psilocibina, LSD, MDMA, DMT e ibogaína, mas o projeto foi negado e suspenso até o próximo ano.

Mesmo assim, a cidade de São Francisco resolveu adotar suas próprias medidas para descriminalizar tais substâncias.

Fonte: Vice

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.