Existem diferentes tipos de cogumelos com propriedades alucinógenas, cada um varia em relação à potência.

cogumelos_evolução humana

Entre os psicodélicos mais populares está a psilocibina, o principal composto ativo dos cogumelos mágicos.

Há uma variação na potência entre as diferentes espécies de cogumelos, de acordo com seu conteúdo de psilocibina.

Psilocibina e Psilocina

A psilocibina é uma substância alucinógena encontrada naturalmente em alguns cogumelos, principalmente secos.

Quando metabolizada pelo corpo, a psilocibina se transforma em psilocina, responsável por interagir com nosso organismo e sistema nervoso central, causando os efeitos psicodélicos.

A psilociina também pode ser encontrada nos cogumelos frescos.

A proporção de psilocibina e psilocina não é a mesma entre espécies, subespécies ou mesmo dentro de grupos do mesmo cogumelo.

Essa variação na proporção de psilocibina e psilocina é o que influencia nos efeitos da viagem do cogumelo mágico.

Alguns efeitos podem ser mais sensoriais, enquanto outros podem ser mais meditativos.

Conheça seis principais espécies de cogumelos mágicos classificadas por potência:

1. Panaeolus cyanescens (Copelandia cyanescens)

Panaeolus cyanescens, também conhecido como Copelandia cyanescens ou “O havaiano” é mencionado como o mais potente, com alguns relatos dizendo que pode conter uma alta concentração de psilocibina e psilocina, como em torno de 2,5% e 1,94%, respectivamente.

A viagem pode ser intensa.

Esses cogumelos podem ser cultivados facilmente dentro de casa.

(Imagem: reprodução ResearchGate)
2. Psilocybe azurescens

O Psilocybe azurescens costuma disputar o topo da lista de cogumelos mais potentes.

A combinação de 1,8% de psilocibina e 0,5% de psilocina proporciona uma viagem psicodélica forte, com bastante efeito visual.

Doses muito altas podem levar a uma experiência negativa. O indicado é que sejam consumidos em microdoses.

(Imagem: reprodução Wikipedia)
3. Psilocybe semilanceata

Psilocybe semilanceata, mais comumente conhecido como “liberty caps”, lembram um sino.

Eles são os cogumelos mágicos mais difundidos na natureza.

Os níveis de psilocibina em amostras secas de Psilocybe semilanceata podem variar de 0,2% a 2,37%, sendo essa última concentração a mais alta já encontrada em cogumelos mágicos.

Apesar dessa grande variação de psilocibina, a concentração média é de 1%.

(Imagem: reprodução Wikipedia)
4. Psilocybe cyanescens

Psilocybe cyanescens são nativos da Europa Central e do Noroeste do Pacífico, mas podem ser encontrados em todo o mundo.

Eles são conhecidos por preferir ambientes com detritos lenhosos, como lascas ou jardins, mas também podem crescer ao ar livre se houver condições adequadas (como muitas árvores mortas).

Eles podem conter de 0,3% a 1,68% de psilocibina, e 0,28% a 0,51% de psilocina.

Seus ”chapéus” ou tampas são tipicamente pequenas e verdes antes de se transformarem em tampas onduladas de cor marrom, que retém mais potência quando consumida fresca, em vez de seca.

Embora não seja tão potente, o Psilocybe cyanescens seco pode produzir efeitos profundos.

5. Psilocybe bohemica

Psilocybe bohemica é encontrado principalmente na República Tcheca e na Europa Central, região historicamente chamada de Boêmia.

Quando seco, sua concentração de psilocibina varia entre 0,11% a 1,34%.

Uma palavra de cautela para aqueles que procuram esses cogumelos – eles são facilmente confundidos com a Galerina, que é um fungo altamente venenoso.

Tenha certeza da espécie do cogumelo antes de consumi-lo!

(Imagem: reprodução ResearchGate)
6. Psilocybe cubensis

Psilocybe cubensis são os cogumelos mágicos mais comuns de se encontrar em climas tropicais, costumam crescer no esterco em climas úmidos e quentes.

Também são os mais fáceis de cultivar em casa.

Por crescerem rapidamente, muitos pesquisadores estudam o cubensis e, como resultado, surgiram diferentes subespécies. Isso torna a espécie versátil.

O cubensis seco contém entre 0,14% a 0,42% de psilocina e 0,37% a 1,30% de psilocibina.

O Psilocybe cubensis é uma excelente opção para iniciantes, mas devem começar com uma quantidade pequena, entre 1 a 3 gramas, no máximo.

(Imagem: reprodução Universo Sagrado)

Fonte: Psychedelic Spotlight

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.