Estudo observa diminuição na venda de álcool em países legalizados

No Canadá, o consumo de álcool caiu 1,8% em 2018.

0
183


Um novo estudo mostra que os canadenses compraram menos álcool depois que o país legalizou a cannabis medicinal. Os dados do professor de negócios da Universidade de Brock, Michael J. Armstrong, sobre vendas de cannabis versus vendas de cerveja, bebidas alcoólicas e vinhos, descobriram que, entre 2017 e 2018, os canadenses compraram 1,8% menos do que o de costume.

O resumo do estudo afirma que suas descobertas “implicam indiretamente que a redução do consumo de álcool pode ter compensado parcialmente os impactos econômicos e de saúde da legalização da cannabis”. O artigo, que analisou dados de 2015 a 2018, chegou ao ponto de implicar que tal impacto nos padrões de compra de pacientes com maconha poderia mudar os tipos de problemas de saúde que os canadenses enfrentam.

É importante ressaltar que Armstrong foi rápido em notar que as descobertas não indicavam que a maconha médica legal causou menores vendas de álcool – ou que a mudança foi totalmente positiva.

A correlação negativa implícita entre a erva medicinal e o consumo de álcool, no entanto, é apoiada por pesquisas com jovens sobre padrões de uso de cannabis e álcool. Em 2021, uma equipe de pesquisa com membros da Harvard Medical School, da Loyola University e da University of Miami dividiu um grupo de usuários de cannabis entre as idades de 14 e 25 anos em dois grupos. Um grupo parou de fumar maconha por quatro semanas, e o outro foi instruído a continuar a consumir normalmente. 60% do grupo que precisou parar de fumar maconha aumentaram seu consumo de álcool na primeira semana do experimento.

Já em 2019, um estudo com 300.000 entrevistados da Universidade da Pensilvânia descobriu que, em estados com acesso à maconha medicinal, as pessoas se sentiam melhor física e mentalmente, o que também pode reduzir o uso de drogas recreativas como álcool. Inclusive, comunidades locais utilizam a maconha medicinal para o tratamento de alcoolismo.

Fonte: MerryJane

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.